Receba dicas grátis!

Processo seletivo: conheça as etapas para contratação de funcionários

O processo seletivo para a contratação de funcionários tem sofrido várias mudanças ao longo dos anos. O uso de ferramentas digitais, o recrutamento online e uma busca mais focada no alinhamento do candidato com a cultura da empresa são cada vez mais comuns nesse processo.

Para que essas mudanças apresentem os resultados esperados, é preciso, porém, que o processo esteja bem estruturado e sempre atualizado. Listamos e explicamos as etapas de um processo seletivo para que você possa otimizar as etapas de contratação de funcionários para sua empresa e assegurar que profissionais talentosos decidam trabalhar para ela.

Construção de uma marca empregadora

Esta não é uma etapa do processo seletivo em si. Mas é importante ressaltar que a construção da imagem da sua empresa como uma marca empregadora é essencial para atrair profissionais acima da média.

Logo, vale a pena investir em um site que contenha informações relevantes sobre a empresa. Caso a entrevista seja presencial, o ideal é ter um espaço adequado para que o processo seja feito da melhor forma possível.

Descrição da vaga aberta

Trata-se da divulgação do perfil buscado no mercado, informando os conhecimentos, habilidades, atitudes e características comportamentais desejadas em um profissional. Devem ser informados também os valores da empresa, a carga horária de trabalho e a remuneração oferecida.

Caso não tenha um salário definido, especifique uma média, assim o candidato já terá uma base e você terá uma margem para negociar.

Divulgação da vaga aberta

É nesse ponto que o recrutamento realmente começa. Como o objetivo é atrair o maior número de talentos possível, é preciso divulgar a vaga em meios distintos (e que sejam usados pelo seu público-alvo), como os perfis da empresa e grupos específicos em redes sociais, aba “trabalhe conosco” no site da empresa, plataformas de vídeo (como o YouTube) e páginas de vagas de emprego.

Para organizar melhor a resposta às ofertas em tantos canais, o departamento de RH da empresa deve utilizar um software de seleção que centralize o processo.

Triagem dos candidatos mais promissores

A triagem consiste em selecionar os currículos que cumprem os pré-requisitos listados na descrição da vaga. Isso permite avançar o processo seletivo apenas com os funcionários mais promissores.

Há algumas ferramentas que podem auxiliar nessa etapa — otimizando o tempo do recrutador e organizando o processo do início ao fim.

Aplicação de testes e dinâmicas para contratação de funcionários

O passo seguinte na contratação de funcionários é aplicar testes para identificar aquelas que realmente agregam as competências necessárias para o cargo.

Existem vários testes disponíveis, e a escolha de quais serão aplicados ou não deve ser uma decisão do departamento de Recursos Humanos tendo como base as necessidades específicas da vaga em aberto e da empresa como um todo.

Entre todos os testes, é possível citar os seguintes exemplos: teste de raciocínio lógico; teste de conhecimentos específicos; teste de proficiência em língua estrangeira; dinâmicas individuais e/ou em grupos; e a análise do perfil comportamental do candidato.

Realização de entrevistas

Um dos momentos mais importantes do processo seletivo é a entrevista, pois é quando o candidato e o selecionador podem ficar frente a frente (ainda que por meios digitais) para sanar as principais dúvidas quanto à contratação.

Existem três tipos de entrevista, a estruturada (com perguntas previamente elaboradas), a não estruturada (feita sem um roteiro de perguntas) e a semiestruturada (uma combinação das duas anteriores).

O mais indicado é fazer uma entrevista semiestruturada em que perguntas previamente elaboradas sejam perguntadas igualmente a todos os candidatos, mas que deixe tempo para que o selecionador faça perguntas específicas para cada um de acordo com a entrevista.

Escolha do candidato e contratação

Com base nas entrevistas e na análise dos currículos dos candidatos pré-selecionados, é possível finalizar o processo seletivo e escolher aquele que se mostra como o ideal para ocupar a vaga.

É importante lembrar que o departamento de Recursos Humanos coordena o processo seletivo e fornece o apoio necessário para que o candidato ideal seja identificado e contratado, mas quem tem a palavra final para a contratação de funcionários é o superior imediato da vaga disponível.

É preciso comunicar o resultado do processo seletivo também aos funcionários que não foram contratados. Isso demostra respeito à pessoa por ter se interessado em trabalhar sua empresa.

Por último, ao estruturar o processo de contratação da sua empresa, assegure-se de que seja tão breve quanto possível para não perder candidatos no caminho.

Se você ainda tem dúvidas sobre o correto processo de contratação de funcionários ou quer compartilhar sua opinião com a gente, deixe um comentário no blog.

Adicionar comentário